EXPOMECÂNICA prepara no presente futuro do aftermarket

Oitava edição do Salão de Equipamentos, Serviços e Peças  Auto promove formação técnica gratuita, com mais de 100 ações previstas. Feira lança plataforma digital MatchMaking, orientada para os negócios, na maior edição de sempre

 

A poucos dias da abertura de portas (14 a 16 abril), o Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto volta a fazer história.   A 8.ª edição será a mais completa montra de tecnologia do aftermarket ao nível nacional. Os grandes desafios que se colocam ao setor – digitalização, mobilidade e sustentabilidade – estão na agenda do evento.

Todos os profissionais que se deslocarem à EXPONOR – Feira Internacional, em Matosinhos, na próxima semana, de sexta-feira a domingo, para visitarem o expoMECÂNICA 2023, estarão no lugar certo para conhecerem as novidades dos cerca de 300 expositores para os setores da distribuição e reparação automóvel, distribuídos por quatro pavilhões, num total de 24 mil metros quadrados de área expositiva.

A componente da internacionalização acompanha o crescimento da feira, com a participação de 83 operadores estrangeiros, oriundos de 11 países.

MATCHMAKING, o online ao serviço dos negócios

Esta edição oferece uma nova ferramenta digital, o MatchMaking (M+M). Trata-se de uma plataforma orientada para os negócios, que permite que o Salão surja antes e perdure para lá dos dias da sua realização. 

Os expositores antes (15 dias), durante de feira (três dias) e após a sua realização (uma semana) poderão colocar e disponibilizar produtos e soluções, percurso no website e prepararem a visita, agendarem reuniões de forma antecipada e depois concretizarem no evento ou mesmo depois deste terminar.

Formação é vital para o setor

Sempre concorridos e com forte adesão, o Salão mantém os espaços expoTalks by PRIO e Demotec by CEPRA, e o programa EINA Training, com a assinatura da Eina. Os visitantes terão ainda acesso a mais formação técnica gratuita – com mais de 100 realizações previstas- nos vários formatos e espaços da feira.

A Organização reforça a componente formativa a pensar, precisamente, nos desafios enormes que se colocam ao aftermarket. Todas as opiniões dos parceiros do Salão com responsabilidades no pós-venda convergem nesse sentido. A formação torna-se imprescindível e vital para o setor.

Na perspetiva de Mário Carmo, do Jornal das Oficinas (JO), que em parceria com a ATEC organiza a grande final da competição “O Melhor Mecatrónico 2023”, o «futuro do pós-venda depende dos conhecimentos que a nova geração conseguir alcançar nestes próximos anos, de grandes mudanças e transformações».

Esta competição vai disputar-se na feira ao longo dos seus três dias. O objetivo é «credibilizar e valorizar a profissão mecatrónico automóvel e dar a conhecer ao vivo o trabalho especializado e de grande valor executado por estes profissionais», refere ainda Mário Carmo. Toda a informação está disponível www.melhormecatronico.pt.

Desafios do pós-venda são enormes

As questões da sustentabilidade, da mobilidade e da transformação digital são alguns dos grandes desafios que se colocam ao setor. O expoMECÂNICA 2023 promove o debate em torno destas questões, preparando no presente o futuro do aftermarket.  Para tal, conta desde sempre com o contributo de todas as importantes entidades públicas e privadas ligadas ao setor.

Os parceiros associativos aproveitarão a feira para divulgar e partilhar conhecimento. «É uma forma de as associações demonstrarem o conhecimento que têm do mercado e partilhá-lo com os demais interessados», refere Joaquim Candeias, responsável da DPAI – ACAP.

Este dirigente aponta como principais desafios a evolução que advém das novas tecnologias e da sustentabilidade. «Será, sem dúvida alguma, o maior desafio dos próximos anos para todas as empresas, independentemente do setor em que atuem. A sustentabilidade deve representar uma preocupação e uma aposta para todo o nosso setor».

A participação da ARAN (Associação Nacional do Ramo Automóvel) no Salão estará focada no contacto com os empresários, para dar informações, esclarecer dúvidas, ouvir opiniões dos empresários. Conhecer a problemática do setor, «sentir-lhe “o pulso”. É muito importante», sintetiza Neli Valkanova, secretária-geral da ARAN.

A ANECRA (Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel) promove a realização do 16º. Encontro Nacional da Reparação Automóvel, no dia 15 de abril, sábado, entre as 09h30 e as 13h00, no auditório (edifício ao lado do Salão) da AEP – Associação Empresarial de Portugal.

Subordinado ao tema “Setor Automóvel – Um Admirável Mundo Novo, o encontro irá abordar assuntos de grande importância para os profissionais do setor da reparação automóvel e que são incontornáveis para que o seu negócio continue a crescer.

Ainda durante a feira será possível ver a Exposição de Miniaturas e Carros Clássicos.

A Kikai Eventos reforça a «necessidade» de os visitantes procurarem fazer o credenciamento prévio online, sugerindo ainda a utilização de um segundo check-in, situado na ala norte da EXPONOR. Espera, pois, uma forte adesão dos profissionais do setor à feira.

«Se o mercado acredita, nós também acreditamos. Será a maior de sempre e estamos certos que terá muito bons resultados ao nível do debate e dos negócios do aftermarket», antevê José Manuel Costa, diretor da Kikai.